O Significado da Páscoa

O Sentido da Páscoa

           A palavra Páscoa incide do nome em hebraico Pessach (significando passagem através do grego Πάσχα) da festa judaica, O significado da Páscoa é a passagem.

A Páscoa era uma festa pagã comemorada entre povos europeus há milhares de anos atrás. Principalmente na região do Mediterrâneo, algumas sociedades, entre elas a grega, festejavam a passagem do inverno para a primavera, durante o mês de março. A festa era realizada entre o fim do inverno e o começo da primavera, pois estavam ligados a maiores chances de sobrevivência em função do rigoroso inverno que castigava a Europa, dificultando a produção de alimentos.

Para os judeus, esta data assumiu um significado muito importante, pois marcou o êxodo deste povo, da escravidão no Egito, por volta de 1250 a.C, onde foram aprisionados pelos faraós durantes vários anos. Esta história encontra-se no Velho Testamento da Bíblia, no livro Êxodo. A Páscoa Judaica também está relacionada com a abertura do Mar Vermelho para passagem dos hebreus, onde liderados por Moises, fugiam do Faraó.

Jesus Cristo, como um bom cumpridor da lei, celebrou a Páscoa com seus discípulos, antes de sua morte. Para os cristãos, esta data celebra a ressurreição de Jesus Cristo. O festejo era realizado no domingo seguinte a lua cheia posterior ao equinócio da Primavera (21 de março).

Os eventos da Páscoa aconteceram durante o Pessach, data em que os judeus comemoram a libertação e fuga de seu povo escravizado no Egito. Jesus Cristo, em sua paixão pelo povo de Deus, celebrou a Páscoa na quinta feira, dia em que instituiu a Eucaristia e na mesma noite foi preso. Na sexta feira foi condenado à morte de cruz para que no sábado santo dos judeus já estivesse no sepulcro. Na manhã de domingo, Jesus Cristo fez sua passagem para a vida eterna, vencendo a morte, quando sua alma voltou a se unir ao seu corpo. É o dia santo mais importante da religião cristã.

A Páscoa judaica é celebrada por 8 dias. A Páscoa Cristã é celebrada em oito semanas, chamada de oitavas da Páscoa. O tempo Pascal é o segundo maior tempo litúrgico. Esse tempo acaba na Solenidade de Pentecostes.

A cor litúrgica é branca, símbolo da pureza e da alegria (afinal, estamos limpos do pecado) e a presença do Círio Pascal é marcante como símbolo do Cristo Ressuscitado, coluna de LUZ que vai à frente do seu povo.

Fonte: http://soaresdesigner.blogspot.com

                                               A História do coelhinho da Páscoa e os ovos  

A figura do coelho está simbolicamente relacionada a esta data comemorativa, pois este animal representa a fertilidade. O coelho se reproduz rapidamente e em grandes quantidades. Entre os povos da antiguidade, a fertilidade era sinônimo de preservação da espécie e melhores condições de vida, numa época onde o índice de mortalidade era altíssimo. No Egito Antigo, por exemplo, o coelho representava o nascimento e a esperança de novas vidas.

Mas o que a reprodução tem a ver com os significados religiosos da Páscoa? Tanto no significado judeu quanto no cristão, esta data relaciona-se com a esperança de uma vida nova. Já os ovos de Páscoa (de chocolate, enfeites, jóias), também estão neste contexto da fertilidade e da vida.
A figura do coelho da Páscoa foi trazida para a América pelos imigrantes alemães, entre o final do século XVII e início do XVIII.

Fonte: http://www.suapesquisa.com

Esse post foi publicado em Notícias da Escola Germano Sobrinho. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para O Significado da Páscoa

  1. Tarciana disse:

    Adoro todoss os que fazem a Escola Germano Sobrinho

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s